A Agilidade em Projetos de Mudanças

As organizações vêm enfrentando transformações sócio-históricas que provocam mudanças cada vez mais acentuadas e emergentes em seu negócio. Dentre essas transformações destacam-se as tecnologias avançadas, as pressões competitivas e a globalização crescente. A fim de lidar com esse ambiente incerto e imprevisível a agilidade tem sido muito discutida entre executivos e estudiosos da área ultimamente. A agilidade é considerada imprescindível na execução das mudanças que garantam que as organizações permaneçam competitivas e lucrativas, bem como executem novas iniciativas de mudança com sucesso.

Para ser uma organização ágil a empresa precisa dar respostas rápidas e bem-sucedidas às mudanças advindas do mercado, se tornando capazes de adaptar todos os seus elementos organizacionais: objetivos, tecnologia, organização e pessoas. A agilidade empresarial não pode ser alcançada sem pessoas ágeis, com capacidade de responder e se adaptar rapidamente em resposta às mudanças. Para se tornarem ágeis as pessoas precisam estar motivadas a se envolverem em processos de mudança planejados, serem flexíveis e adaptáveis.

Assim, há a importância de as organizações gerenciarem suas mudanças, por meio de Projetos de Gestão de Mudanças Organizacionais que foquem o fator humano, considerando aspectos comportamentais e organizacionais, utilizando-se de técnicas e ferramentas para engajar, comunicar e capacitar todas as pessoas impactadas pela mudança. Além disso, as organizações precisam continuamente dar autonomia para que seus funcionários se tornem flexíveis e proativos em seu trabalho.

Outro fator que contribui para que as pessoas sejam ágeis é uma liderança inspiradora, que gere visão da mudança e compartilha com a equipe o caminho necessário a ser trilhado. Para isso, a construção de um formato de trabalho colaborativo, possibilita que a equipe discuta e busque soluções, desenvolva suas capacidades e trabalhe de forma integrada.

Portanto, uma mudança bem sucedida precisa de profissionais que desenvolvam uma prontidão imediata para mudanças efetivas e contribuam para que as organizações estejam sempre aptas a enfrentar as transformações advindas do seu meio ambiente.

Conteúdo produzido por Angela Oliveira.

COMPARTILHE:
Publicado em Gestão de Mudanças Organizacionais, Metodologia, Projeto.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *